Beatriz Cintra Martins

Novas mídias como arquitetura pedagógica: a experiência do NEXT/Fiocruz

O uso das Tecnologias de Informação e Comunicação em sala de aula é uma tendência que veio para ficar. No entanto, com a chegada das mídias sociais interativas, é preciso repensar a prática didática a fim de incorporar sua dinâmica ao processo de ensino-aprendizagem. Neste artigo, num primeiro momento, refletimos sobre as características das mídias digitais, com ênfase à conectividade, interatividade e ubiquidade como elementos distintivos desse ambiente. Em seguida, exploramos o caráter emergente da prática de ensino ancorada em tecnologias interativas e colaborativas.

Overmundo: um caso de autoria peer-to-peer

O deslocamento do paradigma autoral na atualidade, mais aberto e interativo, está relacionado à emergência da economia peer-to-peer. Casos emblemáticos deste modelo produtivo, como o sistema operacional Linux e a enciclopédia colaborativa Wikipédia, são também exemplos notórios de experimentação de um novo modelo autoral baseado em interações distribuídas em rede. Neste artigo, num primeiro momento, fazemos uma reflexão sobre a concepção de autoria, tendo como base o pensamento de Michel Foucault.

Cooperação e controle nas dinâmicas de auto-organização em plataformas colaborativas

As plataformas colaborativas auto-organizadas têm demonstrado qualidade e vitalidade. Com dinâmicas produtivas geridas de forma distribuída pelo coletivo de participantes, esses projetos têm sido espaço de experimentação de tecnologias de cooperação, isto é, de instrumentos criados a fim de viabilizar sua sustentabilidade. Neste artigo, abordamos alguns aspectos dessas tecnologias, especialmente os mecanismos de controle participativo empregados para assegurar a evolução positiva da produção colaborativa.

Autoria e propriedade – inflexões e perspectivas de uma relação em crise

As relações entre autoria e propriedade estão em crise na atualidade, sob o impacto das novas dinâmicas autorais presentes nas redes de comunicação. Neste artigo, num primeiro momento,
percorremos a história da autoria, pontuando suas inflexões. Em seguida, apresentamos algumas licenças alternativas que têm sido criadas como um questionamento prático das restrições vigentes
quanto à propriedade intelectual.

Autoria colaborativa e validação textual: o caso Wikipédia

O processo autoral da Wikipédia, aberto e colaborativo, abala o modelo tradicional de produção e validação textual, baseado nas credenciais do especialista ou do escritor renomado. A fim de explorar este fenômeno, este artigo parte da premissa de que a autoria e a autorização do texto são construções históricas que variam em diferentes épocas e constituições culturais. Num primeiro momento, é feito um breve percurso por esses deslocamentos, desde a Antiguidade até o período moderno, pontuando algumas de suas inflexões.

Slashdot.org um caso de produção de conhecimento em rede

A produção de conhecimento ganha uma nova dinâmica com o suporte das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação. As redes de comunicação não só permitem o acesso a múltiplas fontes de dados, como são principalmente determinantes na constituição de redes sociais e cognitivas de cooperação produtiva. O objeto de análise deste artigo, o website Slashdot.org, que funciona como um fórum de discussão na área de tecnologia e temas afins, é um caso exemplar de produção de conhecimento em rede de forma cooperativa e autoorganizativa.

Wikipédia – A enciclopédia colaborativa como ferramenta de estímulo à pesquisa

A enciclopédia eletrônica Wikipédia, cujo conteúdo é desenvolvido de forma colaborativa pelo próprio público interagente, se constitui em um novo modelo de compilação do saber humano. As redes de comunicação, mais do que oferecer um novo suporte tecnológico para a indexação da informação, tornam possível a articulação de redes sociais cooperativas no empreendimento coletivo de sistematização do conhecimento. Ao propiciar um espaço para o debate e a edição colaborativa, a Wikipédia se apresenta como um recurso pedagógico muito interessante, passível de múltiplas aplicações.

Cooperação e livre fluxo da informação. A influência da cultura hacker na definição dos padrões da Comunicação Mediada por Computador

O computador, inicialmente um projeto de cunho científico e militar, transformou-se em um
instrumento de comunicação e interação social sob a influência da ação dos hackers. Vindos de
fora dos estratos institucionais, eles tiveram atuação decisiva na definição dos padrões da
Comunicação Mediada por Computador, inundando a rede mundial de computadores com os
valores da cooperação e da parceria. A cooperação produtiva e a defesa do livre fluxo da
informação marcam a sua trajetória e são os vetores de um novo modelo de produção e

Autoria, propriedade e compartilhamento de bens imateriais no capitalismo cognitivo

Uma das principais disputas político-econômicas na atualidade diz respeito às formas
de circulação dos bens imateriais através das redes de comunicação. Neste artigo, como
contribuição ao debate, trazemos o que consideramos ser a questão de fundo neste embate, qual
seja, a do deslocamento da noção de autoria na contemporaneidade. Em primeiro lugar, iremos
refletir sobre a historicidade deste conceito apresentando sua variação em diferentes épocas e
contextos culturais. Num segundo momento, analisaremos a dinâmica do capitalismo cognitivo e

Repensando a autoria na era das redes

Este breve ensaio é uma tentativa de contribuir com o debate sobre Pirataria e Cultura Livre, lançando luz sobre uma das questões de fundo envolvidas no tema, qual seja, a do deslocamento da autoria na atualidade. Esta reflexão, talvez de aparência etérea, é fundamental para definir novos marcos na discussão pública sobre a legitimidade do compartilhamento dos bens intelectuais, pois é com base na noção de autoria como algo de natureza individual que se tem defendido a privatização da cultura e do conhecimento e, mais que isso, legislado a seu favor.

Páginas

Subscrever RSS - Beatriz Cintra Martins