Interação cognitiva e inteligência colaborativa em rede

Não conhecemos os protocolos para conectar cognitivamente pessoas em rede. As redes de pessoas mediadas tecnologicamente impõem limitações e oferecem oportunidades. Nesta pesquisa prospectiva avaliamos ferramentas e modos de trabalho colaborativo e acreditamos que ainda não existem nem as ferramentas nem os métodos certos para que um número muito grande de pesquisadores possa interagir cognitivamente para a colaboração. Um número além de 150 pesquisadores supera as capacidades da comunicação intersubjetiva mas possibilita aproveitar a sabedoria coletiva. A interação em um entorno virtual também possibilita a interação estigmérgica. Ambos os conceitos podem ser implementados com auxilio de algoritmos genéticos que desenvolvam regras e capacidades da rede e os nós. A essa nova forma de colaboração em rede damos o nome de multribuição.

Tipo de arquivo: 
Artigo
Evento / Disciplina / Periódico: 
XI ENANCIB
Ano: 
2010